Wednesday, November 23, 2016

Ser por inteiro


Eu acredito que a gente se define pelas amizades que a gente tem, pelas palavras que a gente expressa, pelas coisas que a gente faz. Não acho que seja possível alguém fazer algo estúpido se estupidez não for algo que ele possui em si mesmo. É como se fosse possível externar somente o que temos por dentro, sem exceção. Se faço algo com bastante atenção e procuro sempre fazer o melhor, é porque tenho isso como valor em mim mesmo. Como se qualquer coisa que eu fosse fazer, ainda que fosse um simples pão com manteiga, eu fizesse com excelência, desse o meu melhor... porque a excelência é um valor para mim.

Seguindo esse raciocínio, eu acredito que tudo que acontece com a gente tem relação direta com os valores que a gente tem. Explico: você não irá receber nada diferente do que você é. Se você semeia excelência por onde passa, por que irá receber menos que excelência de volta? Se vamos procurar sempre fazer nosso melhor, porque não será o melhor que vamos receber, ainda que seja na fila da bomboniere esperando para pagar o chiclete.

Sejam então as experiências menos agradáveis que todos temos vez ou outra: por que elas acontecem? Por que sou assaltado inesperadamente ou me incomodo com os vendedores sujos que invadem o trem durante minha viagem? Porque tanto o ladrão que me assaltou como o vendedor sujo, ambos, existem dentro de mim... eles estão em mim em algum lugar que eu ainda não tenho consciência, mas eles existem aqui dentro. E se eles existem em meu íntimo de alguma forma, eu sou responsável por eles aparecem também no meu exterior.

Essa máxima explica porque há pessoas que passam por situações bastante adversas sem qualquer arranhão. Pois elas não "vibram" aquela situação. Elas não se comportam como se fossem conectadas com elas. Explico: se você é honesto em TUDO que faz, inclusive em não se utilizar de recursos da empresa em seu benefício próprio; porque teria de passar por situações de desonestidade? Se você é verdadeiro em TODAS as situações, inclusive quando se encontra com alguém que pode gerar ciúmes no seu relacionamento, e diz à pessoa com quem namora que se encontrou com esse alguém e foi algo inocente... por que haverá de ter traição na sua vida? Não existirá traição se você não trai, não mente, não engana. Se você mente, ainda que seja a menor das mentiras, por que a vida não irá trazer mentiras para você?

Você é o que você demonstra. Você é as pessoas com quem você convive, o trabalho que você executa, o alimento que você ingere. Você é resultado de suas escolhas, desde a mais simples como a cor da roupa íntima, até ao tipo de relacionamento que deseja para si. E isso é ser livre: você escolhe o que quer ser a todo tempo, pois TUDO que fizer será de forma consciente.

Não dá para ser bom em apenas uma coisa e deixar o resto de lado. Não dá para viver apenas uma coisa.

De forma simples: seja inteiro. Escolha de forma consciente o que quer ser e como vai ser. E demonstre isso nas palavras que disser, nas que escrever, nas que escolher. Demonstre com as amizades que possui, com os alimentos que ingere, com o futuro que está a desenhar para si mesmo...

Abraço,

Elton